Enterro do galo gera polémica no Facebook

galoSol

Depois da ‘queima do gato’, o Facebook volta a revelar uma outra iniciativa que está a deixar milhares de pessoas indignadas – Em Ruivós, freguesia do concelho de Sabugal, distrito da Guarda, a população junta-se na altura das festas da terra para enterrar um galo e tentar acertar-lhe com uma enxada na cabeça.

A actividade, praticada por adultos e crianças, foi denunciada pelo humorista Nuno Markl na sua página oficial no Facebook. “Em Ruivós, acha-se óptima ideia enterrar um galo vivo com a cabeça de fora e depois estimular os habitantes de todas as idades a tentar matá-lo à paulada”, escreveu Markl. Continuar a ler

Évora proíbe circos com animais

circos sem animaisJN

A recomendação foi aprovada, por maioria, pela Assembleia Municipal de Évora (AM), com 15 votos favoráveis (PS, BE e PSD), 14 votos contra (CDU e PSD) e quatro abstenções (CDU e PSD), informou o município esta terça-feira.

A proposta dos socialistas surgiu na sequência da discussão da petição “Fim dos circos com animais em Évora”, que um grupo de cidadãos entregou na AM, para que o município deixasse de licenciar os circos com animais no concelho.

O presidente da Assembleia Municipal, António Jara (CDU), explicou à agência Lusa que a recomendação pede à Câmara que, no espaço de seis meses, apresente “as medidas necessárias para deixar de licenciar os circos com animais”. Continuar a ler

Lince ibérico deixa de ser uma espécie “criticamente em perigo”

lincePúblico

Por Ricardo Garcia

Depois de quase uma década e meia na ribalta como o felino mais ameaçado do mundo, o lince ibérico deixou de ser considerado internacionalmente como um animal “criticamente em perigo”.

Ainda é uma espécie em risco de desaparecer do planeta. Mas desceu um nível na escala de alerta da União Internacional para a Conservação da Natureza, segundo a mais recente revisão da sua Lista Vermelha das espécies ameaçadas, divulgada esta terça-feira. Continuar a ler

Primeiro hospital veterinário solidário abriu portas

SOS AnimalBlasting News

Sandra Duarte Cardoso abriu ontem o primeiro Hospital Veterinário Solidário na Estrada Paço do Lumiar, lote R4, loja A 1600-545, em Lisboa. Este hospital irá funcionar das 9 às 21 horas (de segunda-feira a sábado) e irá ainda dispor de um horário de urgência de segunda-feira a domingo, das 21 às 9 horas. A construção deste hospital demorou cerca de três anos e meio. As obras, devido às más condições do local, e devido aos poucos financiamentos, foram feitas “aos poucos”. Foram financiadas por ações pontuais, por doações e ainda pela própria família de Sandra. Após a conclusão das obras foi necessário esperar mais de 9 meses para a Ordem dos Médicos Veterinários dar luz verde à sua abertura. Isto é, foi passada uma acreditação do responsável para a tão esperada abertura do Hospital Veterinário Solidário. Continuar a ler

GNR abriu inquérito por causa do gato de Mourão, que afinal não morreu queimado

Screen Shot 2015-06-27 at 3.37.04 PMPúblico

Na sequência de várias denúncias enviadas quer para a GNR, quer para o tribunal de Vila Flor, no distrito de Bragança, foi aberto um processo-crime contra incertos depois de ter sido divulgado um vídeo nas redes sociais sobre a tradição da queima do gato na aldeia de Mourão.

Ao PÚBLICO, fonte da GNR de Bragança confirmou que já estiveram militares na aldeia a “recolher indícios” depois de o caso ter causado grande indignação na internet. Continuar a ler

Portugal tem onze linces a viver em liberdade

lince ibericoPúblico

Por Ricardo Garcia

Portugal já tem onze linces ibéricos a viver em liberdade e deverá ter mais até ao final deste ano. Em Outubro serão planeadas, juntamente com Espanha, novas solturas de casais desta espécie (Lynx pardinus), que é única da Península Ibérica mas que tinha praticamente desaparecido ao longo do século XX.

Não faltam linces para soltar. Os centros de reprodução em cativeiro existentes em Portugal e Espanha – ao abrigo de um projecto comum de reintrodução do lince na natureza – estiveram mais activos do que nunca este ano. Nasceram 53 filhotes, dos quais 13 no Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico, em Silves, o único em Portugal. Continuar a ler

Chinesa viaja 2.400 quilómetros para salvar 100 cães de festival gastronómico

caoGreen Savers

Todos os anos, a cidade de Yulin celebra a chegada do Verão com um festival gastronómico que implica a caça, matança e consumo de cerca de 10.000 cães. O festival, cada vez mais criticado fora mas também dentro de portas, realiza-se por estes dias, mas cerca de 100 cães não irão participar.

Tudo devido à acção de Yang Xiaoyun, uma professora reformada de 65 anos que, segundo o Bored Panda, viajou desde Tianjin, onde gere um abrigo para animais, para gastar €990 a salvar cerca de 100 cães da morte certa.

Há muito que se conhece a tradição chinesa que implica o consumo de carne de cão, mas o festival Yulin tem recebido um enorme mediatismo por parte da comunidade internacional, que promove cada vez mais eventos, acções e campanhas para acabar com a celebração. Continuar a ler