Vegetarianos querem notas de cinco libras sem gordura animal

5-librasPúblico

No início de Setembro, o Banco de Inglaterra colocou em circulação novas notas de polímero, um material mais resistente e duradouro do que o que é usado nas notas convencionais. As novas notas de cinco libras são ainda mais pequenas e apresentam-se como mais difíceis de falsificar. No entanto, há um pormenor que está a gerar uma onda de contestação: nos seus componentes, as novas notas utilizam gordura animal.

A confirmação foi dada pela porta-voz do Banco de Inglaterra, através do Twitter, em resposta às perguntas colocadas por vários utilizadores que queriam ver os rumores esclarecidos. Continuar a ler

PSD acusa Provedora dos Animais de cumprir “um triste papel de peão político”

PSDPúblico

O vereador social-democrata António Prôa acusa a Provedora Municipal dos Animais de Lisboa de ter cumprido “um triste papel de peão político” no caso da corrida entre o burro e o Ferrari que não chegou a realizar-se. Para o eleito da Câmara de Lisboa, a provedora actuou “com o objectivo de boicotar uma iniciativa partidária através da ameaça da intimidação e do incitamento à contestação”.

Ao final da tarde de quinta-feira, o PSD Lisboa anunciou que tinha cancelado a corrida, que estava agendada para a manhã desta sexta-feira. Para justificar o cancelamento da iniciativa, que durante o dia tinha sido criticada por várias entidades ligadas à defesa dos animais, o partido alegou que a Câmara de Lisboa tinha proibido a sua realização. Continuar a ler

Metade das pessoas que adotam animais desistem no dia seguinte

caesDN

As associações protetoras de animais domésticos querem acabar com a adoção de cães ou gatos por “mero impulso” durante as campanhas promovidas em feiras, após as más experiências acumuladas ao longo dos últimos anos. “Cinquenta por cento das pessoas que aceitam adotar um animal, no dia seguinte já não o querem”, lamenta Sara Alves, responsável de adoção e presidente da Associação Sobreviver de Setúbal. Eis a razão pela qual esta instituição tem recusado entregar cães e gatos nos dias em que decorrem as campanhas, preferindo fazê-lo após posteriores contactos com os adotantes. Continuar a ler

Temporada teve menos touradas este ano

anti touradaDN

O presidente da Associação Portuguesa de Empresários Tauromáquicos (APET), Paulo Pessoa de Carvalho, considerou hoje que a temporada taurina decorreu “normalmente” face ao contexto económico do país, apesar de uma “pequena redução” no número de espetáculos.

A época tauromáquica em Portugal, que abre anualmente no dia 01 de fevereiro, no Alentejo, encerra na terça-feira com um espetáculo no Cartaxo, distrito de Santarém. Continuar a ler

O mundo a caminho de perder dois terços dos animais selvagens até 2020

biodiversidadeOeco

De acordo com o mais recente relatório do Living Planet Index, do WWF, o número de animais selvagens que vivem na Terra deverá cair em dois terços até 2020, se nada for feito para reduzir o impacto das ações humanas. A análise do relatório indica que as populações de animais caíram 58% entre 1970 a 2012, com perdas em vias de alcançar 67% em 2020. Os pesquisadores do WWF e do Zoological Society of London elaboraram o relatório a partir de dados científicos e descobriram que a destruição de habitats, a caça e a poluição foram os culpados por tamanho declínio. Continuar a ler

Planeavam torturar uma pessoa e treinavam em animais

porcosDN

A polícia nacional espanhola deteve em Múrcia, Espanha, cinco adolescentes que se filmaram a torturar animais e publicavam os vídeos nas redes sociais. O grupo planeava fazer o mesmo a uma pessoa escolhida ao acaso este mês, no dia do Halloween.

As autoridades começaram a investigar o caso, após terem conhecimento de que andavam a circular vídeos nas redes sociais, em particular no Whatsapp, de animais a serem torturados. Ao mesmo tempo, surgiu a denúncia de um fazendeiro que dizia que algumas das suas cabras tinham sido roubadas, segundo o jornal La Informacion. Continuar a ler

Fotógrafa expõe realidade cruel de animais mantidos em cativeiro para entretenimento

1Extra Globo

A premiada fotógrafa canadense Jo-Anne McArthur registrou, por mais de dez anos, a triste realidade de animais mantidos em cativeiro com o objetivo de despertar a atenção das pessoas. Em parceria com a Born Free Foundation, ela visitou zoológicos e aquários da Europa e documentou a situação dos animais em cativeiro nesses locais.

Munida de imagens poderosas, ela criou o livro “Captive”, que visa conscientizar pessoas sobre a situação dos animais em cativeiro de todo o mundo. Em seus registros, Jo-Anne compartilhou imagens angustiantes dos animais confinados. Continuar a ler