Nutrição animal. Eles também são o que comem

caoI

Adequar a ração à idade e ao tipo de raça são truques para que o seu animal de estimação viva mais. Conheça outros.

Os animais de estimação ocupam um espaço cada vez maior nos lares portugueses, já aqui escrevemos recentemente. E deprimem quando os donos se ausentam por mais horas do que o costume. São tidos e sentidos como membros da família, por isso não é de estranhar que hoje existam cuidados com os animais domésticos de que não se falava há uns anos. A alimentação é um deles.

“Que o teu alimento seja o teu medicamento”, já dizia Hipócrates, pai da medicina. A premissa é também usada por Rita Silva, médica veterinária e especialista em nutrição animal a trabalhar atualmente na Royal Canin, uma das empresas da área especialista em alimentação de animais domésticos. “A alimentação dos cães e gatos – os animais de estimação preferidos dos portugueses – é a base de tratamentos de saúde e também a forma mais comum de prevenir doenças”, explica. Continuar a ler

Há dez denúncias por dia de maus tratos a animais

cao gatoPúblico

Em 2015 a GNR, através do Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA), registou 3810 denúncias de maus tratos a animais, tendo sido levantados 4684 autos de contra-ordenação e participados a tribunal 655 crimes, de acordo com um relatório emitido nesta quarta-feira.

O Major Vaz Alves, responsável do SEPNA, explicou ao PÚBLICO que por a lei ser recente ainda existem dúvidas, e daí só terem sido levadas a cabo 1395 investigações decorrentes de quase quatro mil denúncias. Dessas denúncias, 655 foram validadas como crimes contra os animais pelo Ministério Público e foram levados a tribunal. Das 1395 investigações que o Ministério Público teve em curso em 2015 por crimes contra animais de companhia, apenas três deram origem a condenações. Continuar a ler

Portugal – PEV: Morte de animais

PEVPravda

O Deputado José Luís Ferreira, do Grupo Parlamentar Os Verdes, entregou na Assembleia da República duas perguntas em que questiona o Governo, através do Ministério da Saúde e também do Ministério do Ambiente, sobre a morte recente de uma série de animais, cães e gatos, alegadamente por envenenamento, na freguesia de Seixo da Beira, Oliveira do Hospital.

Esta é uma situação hedionda que está a indignar e a preocupar a população local uma vez que se desconhece, até à data, o que esteve na origem da morte destes animais e, ainda, os possíveis riscos que decorrem para os habitantes da freguesia.

Continuar a ler

Dá-me o teu iPhone e dou-te o meu gato. Troca em anúncios gera polémica

gato ratoPaís ao Minuto

A troca de animais por objetos, em plataformas de vendas online, tem agitado as redes sociais e revoltado pessoas e associações ligadas à defesa dos direitos dos animais. A legislação não é clara e os sites de vendas permitem as trocas, mas os defensores da causa falam em bom senso e necessidade de aceitar os animais como seres sensíveis.

Apesar das fortes acusações contra os sites em questão, e de o PAN e a Liga Portuguesa dos Direitos do Animal crerem que estes poderiam recusar os anúncios, o OLX defende-se e garante que se trata de casos pontuais, deixando claro que a opção de troca surgiu com a troca entre animais, no âmbito do tradicional comércio rural. Continuar a ler

Petição ao Governo e Assembleia da República com vista à Proibição da Circulação de Veículos de Tração Animal na Via Pública

Horse EyePetição Pública
Exmo. Sr. Presidente da Assembleia da República,

1 – Considerando que os veículos de tração animal não estão homologados, sinalizados ou segurados para circular na via pública, circunstância que põe em causa a segurança rodoviária, bem como a de pessoas e bens;

2 – Considerando que não se verifica qualquer controlo na idade e na habilitação dos condutores de veículos de tração animal; Continuar a ler

Petição pela inclusão de opções vegetarianas nas escolas, universidades e hospitais portugueses

lisa vegetarianaPetição Pública

Estamos no ano de 2015 e são muitos os portugueses que, por opção ou necessidade, motivados por aspectos éticos, ecológicos ou de saúde, seguem regimes de alimentação que diferem da norma, nomeadamente uma alimentação ovo-lacto-vegetariana ou estritamente vegetal (vegetariana).

De acordo com um estudo realizado pela empresa Nielsen, promovido pelo Centro Vegetariano, em 2007 eram 30.000 os portugueses que tinham adoptado uma dieta vegetariana, e pelo menos 5% da população portuguesa excluía um dos alimentos tradicionais (carne, peixe, laticínios, ovos) do seu regime de alimentação. Continuar a ler