Câmara do Sabugal gasta 110 mil euros na promoção da crueldade para com touros

SAMSUNG DIGITAL CAMERADa Redação

Todos os anos, realiza-se no Sabugal a Capeia Arraiana, um evento tauromáquico em que touros são lidados com a ajuda de um forcão, uma estrutura em madeira segurada por vários homens. Depois de cansados, os touros são então sujeitos a pegas.

No meio do espetáculo, uma vaca pequena é também arrastada para a arena, onde é lidada por um grupo de rapazes. Assim se assegura a perpetuação geracional da crueldade para com os animais.

Neste ano, a Câmara do Sabugal decidiu dar 110 mil euros (10 mil euros a cada uma das onze freguesias) para a promoção da Capeia Arraiana. Congratulando-se com o facto de ter conseguido que o evento tauromáquico seja considerado património imaterial em Portugal, a autarquia pretende agora esbanjar dinheiro dos contribuintes num momento em que estes são tão penalizados com as medidas de austeridade.

Este é mais um exemplo de apoios públicos às touradas, que os tauromáquicos garantem não existir. Sem estes apoios, a tourada estaria hoje em muitos maus lençóis.

Abaixo reproduzimos a proposta aprovada pela Câmara do Sabugal, retirada do blogue Protouro.

proposta-presidente-camara-sabugal

One thought on “Câmara do Sabugal gasta 110 mil euros na promoção da crueldade para com touros

  1. é interessante reter que a Câmara argumenta que, dado que há menos pessoas a assitir, há que injetar dinheiro para aumentar o afluxo de público. a cada passo, e com destaque, os defensores destes espetáculos arugmentam precisamente ao contrário: eles existem porque o povo quer; só estão ali a ‘dar’ o que o povo pede; e outros argumentos baseados na tal conversa da ‘tradição’ aliada à conversa da popularidade e ainda à justificação regulamentar dum ‘interesse municipal’. que interesse municipal se há cada vez menos público? interesse fiscal, direto ou indireto? interesse promocional de algumas figuras políticas? interesse de quem vai ganhar em primeira mão com a ‘melhoria das condições’?
    Recapitulando: aqui verifica como se fabrica popularidade e como se fabrica tradição, ainda por cima com a justificação do interesse municipal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s