Vídeo de GNR a dar pontapé num porco causa revolta na Net

JN

Por Daniela Espírito Santo

O vídeo de um agente da GNR a dar um pontapé num porco depois de um acidente na A1 está a causar indignação nas redes sociais. A GNR já reagiu ao sucedido, via Facebook.

Um agente da Guarda Nacional Republicana (GNR) foi filmado a pontapear um porco na sequência de um acidente ocorrido na A1, no sábado, entre Alverca e Santa Iria. O camião acidentado levava animais, sendo que alguns dos porcos, assustados, tentaram abandonar o local. Foi o que aconteceu com um dos animais, um porco preto alentejado, que, ao tentar fugir de dois indivíduos, foi “apanhado” pela câmara de uma pessoa. As imagens mostram o momento em que um agente da GNR, presente no local, lhe deu um pontapé para prevenir a sua fuga e, igualmente, a cara do agente em causa.

As imagens foram colocadas no Youtube e replicadas, reunindo dezenas de milhares de visualizações e originando conversa para milhares de publicações no Twitter e no Facebook. A indignação de muitos foi parar mesmo à página oficial da Guarda Nacional Republicana nesta rede social, que se viu, de repente, cheia de comentários menos abonatórios relativamente à atuação do agente durante o acidente.

Uma mensagem sobre o sucedido, com informações adicionais e o link para o vídeo, também começou rapidamente a circular pela Internet. Nela, é chamado a atenção que a GNR tem o Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente na sua lista de departamentos e que, como tal, deveria “velar pela observância das disposições legais no âmbito sanitário e de proteção animal”. “É lamentável, triste e desprestigiante para a GNR que um militar qe devia ser um exemplo para a sociedade atue nestes moldes tão pouco civilizados e dignos”, é dito no texto.

A GNR já respondeu, no entretanto, aos comentários recebidos, através da sua página oficial no Facebook. No texto, publicado como resposta numa publicação há umas horas, é dito que a GNR condena “este tipo de comportamentos” e se encontra “a investigar todos os factos relativos a esta situação”. “A defesa dos direitos de todos, incluindo dos animais, tem sido uma das principais preocupações da instituição”, pode ler-se no comentário, onde é acrescentado que “o trabalho desenvolvido por milhares de militares da GNR que zelam pelo respeito dos direitos de todos, incluindo dos animais, reflete o esforço e dedicação da GNR para esta causa”.

Quanto aos comentários menos abonatórios recebidos, a GNR aproveita para lamentar a linguagem de alguns deles, que coloca “em causa a dignidade e bom nome da instituição”. “A atitude e o comportamento de um dos nossos militares, que, sublinhamos, condenamos com veemência, não poderá afetar a imagem e credibilidade de todos os que, com dedicação e sentido de missão, servem na GNR”, sublinha.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s