Comissão Europeia proíbe venda de cosméticos testados em animais

cruelty free

Entrou esta segunda-feira em vigor, na União Europeia, a proibição total do uso de animais para testes na fabricação de cosméticos comercializados na Europa.

Ativa

A proibição afeta todos os produtos de cosmética e higiene pessoal, dos perfumes ou cremes até a artigos como pasta de dentes, espuma de barbear ou sabonete.

Esta é uma vitória há muito aguardada pelos ativistas dos direitos dos animais e para organizações como a Cruelty Free International, que há 20 anos lutam por ver esta legislação em vigor. “Este é, realmente, um marco histórico e o fim de mais de 20 anos de campanha. Agora, aplicaremos a nossa determinação e visão num palco global, para assegurar que o mundo inteiro segue o mesmo caminho”, declarou Michelle Thew, diretora executiva da Cruelty Free International.

Na luta pelo tratamento ético de animais também estiveram empresas de cosmética como a ‘The Body Shop’, que há 20 anos se estabeleceu como parceira da Cruelty Free International nas suas campanhas. A marca japonesa Shiseido foi uma das marcas que já anunciou que irá abdicar dos testes em animais nos seus produtos.

Ciência Hoje

As experiências com animais para a produção de cosméticos foi proibida, na UE, em 2004. A mesma interdição foi aplicada em 2009 para os ingredientes com que se elaboram os cosméticos.

Ainda assim, os testes relativos às consequências mais complexas para a saúde humana, tais como a toxicidade, tiveram luz verde até hoje, data definitiva para a sua cessação.

Na comunicação apresentada, a Comissão confirmou o seu compromisso em respeitar o prazo fixado pelo Conselho e o Parlamento em 2003, de forma a que a proibição se estendesse a todos os âmbitos da cosmética.

O executivo salientou que a maioria dos ingredientes utilizados nesta área também podem encontrar-se na medicina, em detergentes, na comida ou em tintas, elementos não sujeitos à mesma legislação.

Assim, estes componentes podem utilizar-se em cosméticos, mesmo que tenham sido testados em animais, uma vez que os resultados foram obtidos de acordo com a lei que se aplica àqueles produtos industriais.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s