Petição: Poucos dias para impedir o massacre das baleias

baleia finAvaaz

As baleias-fin são gigantes mágicos do mar. Mas em questão de dias, mais de 180 animais dessa espécie ameaçada correm o risco de serem abatidos por um magnata e seus parceiros. Sua diversão de verão é caçar as baleias usando arpões, cortá-las em pedaços e enviar a carne para o Japão, passando pela Holanda, para ser usada na alimentação de cães!

Há uma maneira de impedir essa caça antes que ela comece: não são todos os lugares que aceitam receber um barco cheio de carcaças de baleias. As autoridades alemãs e filandesas, por exemplo, têm evitado esse comércio vergonhoso. Agora, a bola está com a Holanda. Os holandeses têm uma enorme preocupação com sua reputação de protetores do meio ambiente, e não podem deixar que esse comércio sangrento chegue aos olhos da comunidade internacional. Mas se nós expusermos a participação da Holanda nisso agora e exigirmos que as autoridades holandesas rejeitem a movimentação de carne de baleia nos portos do país, poderemos impedir um massacre. Continuar a ler

Dono dos touros fugitivos está disponível para tentar evitar que o seu destino volte a ser o matadouro

vacaPúblico

Por Nuno Alexandre Mendes

Manuel Farinhoto, o proprietário dos dois touros de raça galega, com mais de 500 quilos, que a 6 de Maio fugiram do destino, o matadouro, reconhece que agora, depois de tudo o que se passou, até preferia que os animais pudessem viver em liberdade, como defende um movimento entretanto criado no Facebook.

O criador de gado de Perre, em Viana do Castelo, já foi contactado pelo movimento online que lançou uma campanha de angariação de 2500 euros para comprar os animais e devolvê-los à liberdade. No entanto, explicou ao PÚBLICO que essa solução depende da decisão do talho de Ponte de Lima a quem vendeu os touros. Um deles, o mais agressivo, já foi capturado o outro continua a monte. Continuar a ler

Nobel da literatura apela a Espanha para banir as touradas

touradas catalunhaDa Redação

JM Coetzee, Nobel de Literatura, pediu a Espanha para abandonar os planos para proteger a prática de touradas, algo que ele chamou de “uma forma arcaica de entretenimento”, noticia a Associated Press.

Em carta aberta ao órgão legislativo da Espanha, Coetzee chama às touradas “um retrocesso a um tempo em que as pessoas não tinham em consideração os sentimentos dos animais”, que não tem lugar no século XXI. Continuar a ler

Vídeo da semana: Save The Badger Badger Badger

Realizado por Weebl, com o ator Brian Blessed como vocalista e o ex-Queen Brian May como guitarrista, a música foi feita ao abrigo da campanha para evitar o anunciado abate de texugos no Reino Unido. A matança foi justificada pelo governo britânico com a necessidade de controlar a tuberculose bovina, uma doença que tem causado muitos prejuízos a pecuaristas e que pode ser transmitida pelos texugos. Ou seja, a exploração animal na pecuária aparece como argumento legitimador do extermínio de texugos. Continuar a ler

Regulamento municipal que impede touradas em Viana em consulta pública

tourada invertidaExpresso

Atividades como comércio, guarda, criação e espetáculos com animais vão passar a necessitar de autorização municipal em Viana do Castelo, segundo prevê um regulamento aprovado pelo executivo local, a partir de hoje em consulta pública.

Segundo explica a autarquia no documento agora em consulta pública, o projeto de Regulamento Municipal de Proteção de Animais representa uma transposição da legislação sobre “a proteção dos animais contra a ação do homem”, a qual “define a competência das câmaras municipais” para autorizar atividades que envolvem animais.

Esta regulamentação ainda não tinha sido transposta localmente, acontecendo agora, nove meses depois de a autarquia não ter conseguido travar a realização de uma tourada no concelho durante as festas d’Agonia.

México: Vaca perdida é resgatada por defensores dos animais

051623Da Redação

Uma vaca perdida foi parar ao meio de uma movimentada avenida de Monterrey, México, causando o caos no trânsito. Felizmente, a história acabou da melhor forma para a vaca, que foi resgatada.

A associação Prodefensa Animal levou a vaca para um santuário, tendo-lhe dado o nome “Chavela”. Segundo informações do Telediario, está em boas condições de saúde e está a ser devidamente alimentada.

O processo legal ainda não acabou, contudo. As autoridades estão a tentar determinar quem é o proprietário da vaca, que poderá ser multado por interromper o trânsito e desrespeitar as normas de transporte de animais.