Abaixo-assinado contra touradas em Viana já reúne 1 500 apoios

viana antitouradaI

A entrega das primeiras 1.500 assinaturas que constam deste documento, que defende os direitos dos animais contra as touradas, foram recebidas em mão, hoje, pelo presidente da autarquia

Vários habitantes de Viana do Castelo entregaram hoje ao presidente da Câmara local, simbolicamente, um abaixo-assinado já subscrito por mais de 1.500 pessoas e no qual se defende a proibição da realização de touradas no concelho.

A iniciativa de recolha de assinaturas para este documento, que vai continuar no terreno, está a cargo do movimento local “Viana Antitouradas” e arrancou, segundo disse hoje a porta-voz, há apenas cerca de 15 dias.

“Temos estado em paz e sossego e sem necessidade nenhuma de ter touradas em Viana. Temos muita gente a vir visitar a cidade, não é preciso a tourada para trazer ninguém”, sublinhou Ana Macedo, admitindo que o abaixo-assinado poderá vir a ser alargado a todo o país.

Esta posição surge numa altura em que a federação “Prótoiro” anunciou para 18 de agosto, domingo das tradicionais festas da Romaria d’Agonia, a realização de uma corrida de touros no concelho, à semelhança do que aconteceu em 2012, quando Viana do Castelo recebeu a primeira tourada em 4 anos.

No documento hoje conhecido, os signatários – segundo os promotores todos residentes no concelho -, assumem que se “reveem” na deliberação da Câmara Municipal de 27 de fevereiro de 2009, que declara Viana do Castelo “antitouradas” e “decide não autorizar a realização de qualquer espetáculo tauromáquico no espaço público ou privado do município, sempre que ele dependa de qualquer autorização a conceder pela autarquia”.

“Esta entrega simbólica de assinaturas prende-se com o facto de, mais uma vez, uma entidade se achar no direito de manchar o nome da cidade e as suas festas anuais, tentando impor-nos espetáculos sangrentos e de tortura que em nada representam a vontade e forma de estar dos cidadãos de Viana do Castelo”, afirmam os autores deste abaixo-assinado.

A entrega das primeiras 1.500 assinaturas que constam deste documento, que defende os direitos dos animais contra as touradas, foram recebidas em mão, hoje, pelo presidente da autarquia.

“Isto representa o sentir da sociedade civil e da comunidade civil vianense de que os touros não fazem parte da nossa cultura e não são bem-vindos. Esta intenção de fazerem uma tourada em Viana do Castelo não deixa de ser uma provocação”, afirmou hoje o presidente da Câmara, José Maria Costa.

O autarca reassume a intenção de impedir a realização desta tourada, tendo em conta que “manifestações que têm como único fim o maltrato dos animais não fazem parte já do nosso estado civilizacional”.

Após o indeferimento do município ao pedido da “Prótoiro” para instalação de uma arena amovível na freguesia de Areosa, em agosto de 2012, aquela tourada acabou por ser viabilizada pelo Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga através de uma providência cautelar interposta por aquela federação das associações taurinas.

Advertisements

2 thoughts on “Abaixo-assinado contra touradas em Viana já reúne 1 500 apoios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s