O realizador de “Amélie” devolve uma medalha municipal como gesto antitaurino

jeunetEl Periódico (traduzido)

O realizador de cinema francês Jean-Pierre Jeunet, autor de filmes como “Amélie” ou “Delicatessen”, devolveu a medalha da localidade de Beaucaire, no sudeste de França, num gesto de protesto antitaurino, informa a Aliança Anticorrida desse país.

O realizador explicou numa carta enviada à autarqui, tornada pública pela citada associação antitaurina, que descubriu recentemente que em Beaucaire  se fomenta um espetáculo “que consiste em torturar” até à morte “um animal” para regozijo “dos espetadores”.

Por isso, Jeunet devolveu a medalha, que foi concedida em 2011, pois afirma sentir-se “envergonhado” por ter recebido um “símbolo de uma localidade com costumes bárbaros”, segundo a carta difundida pela Aliança Anticorrida, da qual o realizador é membro honorário.

As corridas de touros são legais no sul de França, apesar de estarem proibidas no resto do território, onde se consideram como maus tratos a animais e se punem com até dois anos de prisão e 30.000 euros de multa.

Em 2012, o Tribunal Constitucional de França considerou conforme a Constituição uma exceção para 10% do território, que autoriza as touradas em cidades onde haja “uma tradição local ininterrupta”.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s