Estudantes exigem extinção da garraiada académica no Porto

garraidaCanal Superior

Por Angélica Prieto

Os estudantes do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) estão «veementemente contra a existência e realização da Garraiada Académica», que se realiza tradicionalmente no último dia da Queima das Fitas do Porto.

A atividade praxista «não dignifica o estudante» e «vai contra as ideias de Ciência, tolerância, promoção da vida, abertura e progresso», defende Pedro Ribeirinho Soares, presidente da AEICBAS, em declarações ao Canal Superior.

Também as associações de estudantes das faculdades de Psicologia e de Ciências da Educação, de Direito e de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) subscrevem a posição tomada pela AEICBAS, ou seja, estão contra a realização da garraiada académica.

A posição, agora publicamente assumida, foi levada à Assembleia Geral da FAP, em fevereiro, mas foi nessa altura reprovada pela maioria das associações presentes. Rúben Alves, presidente da FAP, sublinha o facto: «A maioria das associações presentes acabou por aprovar a realização da atividade e esse é o resultado da discussão tida em assembleia».

Ainda assim, as estruturas estudantis apoiantes da moção esperam «levar as associações que compõem a Federação Académica do Porto (FAP), a seguir o exemplo», explica Carlos Coelho, presidente da AEFCUP, ao Canal Superior. Por sua parte, Pedro Ribeirinho Soares garante que «outras associações de estudantes do país estão a fazer chegar a mesma opinião» junto da Federação Académica de Medicina Veterinária.

O presidente da AEICBAS defende ainda que a «própria relação entre a FAP e as entidades praxisticas deve ser regulamentada e refletida». «É necessário que as atividades sejam para todos os estudantes, não existam estudantes excluídos», remata o estudante do ICBAS.

A Queima das Fitas do Porto arranca na próxima semana, a 4 de maio. Como é já habitual, a Garraiada Académica decorre no último dia do evento (11 de maio), na Praça de Touros da Póvoa do Varzim.

One thought on “Estudantes exigem extinção da garraiada académica no Porto

  1. É de louvar iniciativas deste género, qdo achamos q os nossos estudantes só pensam em diversão…bem ajam a todos os que se preocupam com o bem estar de todos, em especial por quem não se pode defender, os animais!!!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s