Cão morre à fome porque dono “não tinha tempo” para o alimentar

cao focinhoNotícias ao Minuto

A GNR de Elvas identificou, no sábado, um homem suspeito do crime de abandono de animal de estimação.

Depois de receber uma denúncia anónima que dava conta da falta de cuidados e alimentação a um cão, os militares da GNR deslocaram-se à casa em questão situada na freguesia de São João Baptista, em Campo Maior.

De acordo com o Jornal de Notícias, o animal, que estava num canil privado, já estava morto quando as autoridades chegaram ao local e o dono confessou que já não lhe dava de comer há alguns dias, pois “não tinha tempo”.

Os militares da GNR elaboraram um auto de notícia. O homem é suspeito da prática do crime de abandono de animal de estimação previsto na 33ª alteração ao Código Penal.

De acordo com esta nova lei “quem, tendo o dever de guardar, vigiar ou assistir animal de companhia, o abandonar, ponde desse modo em perigo a sua alimentação e a prestação de cuidados que lhe são devidos, é punido com pena de prisão até seis meses ou com pena de multa ate 60 dias”.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s