Assembleia da Madeira quer proibir abate de animais de companhia

cao gatoNotícias ao Minuto

A Assembleia Legislativa da Madeira aprovou hoje, por unanimidade, uma proposta de decreto legislativo regional da autoria do PCP/PEV, que proíbe o abate de animais de companhia na Madeira.

Por proposta do PSD, do CDS-PP e do PCP/PEV o diploma baixou à comissão, para serem “corrigidos alguns conceitos” e introduzidos um sistema de contraordenação e a criação de um centro regional de esterilização.

Na discussão, a deputada Sílvia Vasconcelos, da bancada do PCP/PEV, disse que se registou, em 2013, “uma média assustadora e vergonhosa de quatro animais por dia” recolhidos e abatidos nos canis na Madeira, pelo que considerou que deve haver “tolerância zero” nesta matéria.

O deputado do PSD/M Higino Teles referiu que a proposta “precisa de aperfeiçoamentos”, sublinhando que o articulado apresentado não faz uma distinção entre animais de companhia e errantes, nem especifica a importância da esterilização ou qual a competência dos municípios nesta área, tendo Ricardo Vieira (CDS-PP) complementado que “o diploma está manco”.

A aprovação do diploma foi aplaudida por vários representantes de diversas associações ligadas à defesa dos animais, que foram advertidos pelo presidente da Assembleia Legislativa para o facto de não se poderem manifestar na galeria.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s