Ministério retirou 100 animais em “risco” de Póvoa de Lanhoso

vacaTSF

Em comunicado, o ministério tutelado por Capoulas Santos afirma que, “no total foram recolhidos nove ovinos, um suíno, 78 bovinos e 28 cavalos. Os bovinos foram localizados em lugares diferentes daqueles que o proprietário tinha indicado aquando das visitas das equipas da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária e foi registada a condição física altamente debilitada dos animais. Foram também encontrados 2 cães, que foram transportados para o canil intermunicipal”.

Os restantes animais foram transportados para instalações da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, onde a sua rastreabilidade, propriedade, estatuto sanitário e necessidades particulares “estão a ser avaliados caso a caso”.

Esta operação envolveu mais de 60 pessoas, entre técnicos da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, de organizações de produtores pecuários e de outras associações e militares da GNR.

Em causa está uma exploração com cerca de 100 animais cujo dono anunciou que não dispunha de meios para os alimentar, adiantando mesmo que alguns já morreram à fome.

Na semana passada, fonte do Ministério da Agricultura já tinha dito à agência Lusa que o proprietário de uma exploração agropecuária de Póvoa de Lanhoso com animais “fora da lei” seria inibido de exercer aquela atividade por dois anos.

Segundo o ministério, existe um “longo historial” de incumprimento das normas legais relativas ao bem-estar animal, identificação e circulação animal e também à sanidade animal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s