Como o sexo com animais foi parar ao Tribunal Constitucional alemão

tribunalVisão

Dois cidadãos alemães recorreram à Justiça para tentar que as leis em vigor que proíbem as relações sexuais com animais fossem declaradas inconstitucionais.

As leis atuais sobre a matéria são inconstitucionais e violam o “direito à autodeterminação sexual”. Foi com este argumento que um homem e uma mulher alemães, que se dizem sexualmente atraídos por animais, tentaram que o Tribunal Constitucional alemão tornasse legal manter relações sexuais com bichos. Continuar a ler

“Licença para matar” na Serra da Malcata abre polémica

linceExpresso

Vinte e três anos depois, a caça volta a ser permitida na zona sul da reserva natural da Serra da Malcata, na Beira Interior. Uma portaria publicada a 8 de fevereiro veio revogar a interdição da prática cinegética que vigorava desde 1993 num dos habitats históricos de ocorrência de lince-ibérico, uma espécie em risco de extinção.

A associação Quercus critica a decisão e acusa o Ministério do Ambiente de “ceder a pressões do lobby da caça”. Os ambientalistas consideram “não haver fundamentação científica” para esta deliberação e alertam que “a licença para matar” nesta área protegida “pode colocar em causa a recuperação de várias espécies-presa que se encontram a recuperar na zona, como o corço, o veado ou o coelho, e ainda de espécies em perigo, como o lince-ibérico, o lobo ou o abutre-preto”. Continuar a ler

Provedora recomenda à Câmara proibição de animais acorrentados

CaoAcorrentadoDN

Inês Real salienta que situação em Lisboa é preocupante, considerando que o o uso permanente de correntes provoca danos físicos, emocionais e comportamentais.

A provedora dos Animais de Lisboa informou hoje ter recomendado no início do ano à Câmara Municipal a proibição de animais acorrentados, por considerar que a situação tem vindo a assumir uma dimensão preocupante na cidade. Continuar a ler

Animais do zoo de Gaza estão a morrer. Organização tenta ajudar

naom_56be4c2d20fd3Notícias ao Minuto

O zoo Khan Younis, em Gaza, na Palestina está a viver dias difíceis. Em julho do ano passado, uma reportagem da Vice alertava para a necessidade de vender animais para se sustentar. Entretanto, a situação tem-se agravado.

Laziz, o tigre na imagem acima, é o último da sua espécie a viver no zoo. Nas últimas semanas, viu morrer de fome os poucos tigres que restavam. Continuar a ler

Seia sensibiliza crianças para os cuidados a ter com os animais

Fonte: Flickr/starrynight1

Fonte: Flickr/starrynight1

Correio da Beira Serra

Despertar nos alunos do 1º ciclo o gosto pelos animais, sejam eles de estimação, da quinta ou selvagens, e sensibilizá-los para os cuidados de saúde e de higiene a ter com os mesmos (alimentação, vacinação e esterilização) é o objectivo de um programa que está a decorrer em Seia até à próxima quarta-feira. O primeiro encontro do denominado “Zoonoses” decorreu nos centros Escolares de Seia e de São Romão. Seguem-se os restantes estabelecimentos de ensino. Continuar a ler

Petição: Erradiquemos definitivamente a caça na Serra da Malcata

lince ibericoPetição Pública

O Governo (por iniciativa do Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia) através da Portaria n.º 19/2016 de 8 de Fevereiro, revogou a Portaria n.º 874/93 de 14 de Agosto que proibia a caça na Reserva Natural da Serra da Malcata. A Reserva Natural da Serra da Malcata (RNSM) foi criada pelo Decreto-Lei n.º 294/81, de 16 de Outubro, e correspondeu ao reconhecimento da existência no seu território de valores botânicos e faunísticos de incontestável interesse que tornam esta Reserva Natural num ecossistema privilegiado e especialmente importante a defender. Na origem da criação da Reserva Natural da Serra da Malcata esteve o objectivo principal de proteger o Lince-ibérico (Lynx pardinus) espécie que já nos anos 80 se encontrava em elevado risco de extinção e hoje possui um plano com vista à sua reintrodução em Portugal, o que é revelado pela associação ambientalista Quercus. Continuar a ler

Nutrição animal. Eles também são o que comem

caoI

Adequar a ração à idade e ao tipo de raça são truques para que o seu animal de estimação viva mais. Conheça outros.

Os animais de estimação ocupam um espaço cada vez maior nos lares portugueses, já aqui escrevemos recentemente. E deprimem quando os donos se ausentam por mais horas do que o costume. São tidos e sentidos como membros da família, por isso não é de estranhar que hoje existam cuidados com os animais domésticos de que não se falava há uns anos. A alimentação é um deles.

“Que o teu alimento seja o teu medicamento”, já dizia Hipócrates, pai da medicina. A premissa é também usada por Rita Silva, médica veterinária e especialista em nutrição animal a trabalhar atualmente na Royal Canin, uma das empresas da área especialista em alimentação de animais domésticos. “A alimentação dos cães e gatos – os animais de estimação preferidos dos portugueses – é a base de tratamentos de saúde e também a forma mais comum de prevenir doenças”, explica. Continuar a ler