Direção da Liga Contra o Cancro nos Açores demite-se em bloco

antitouradaDN

A direção do Núcleo Regional dos Açores (NRA) da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) decidiu apresentar a demissão em bloco, depois da LPCC ter cancelado uma tourada de praça para angariação de fundos agendada para 29 deste mês, na ilha Terceira, numa iniciativa organizada conjuntamente por aquele núcleo, pela Tertúlia Tauromáquica Terceirense (TTT) e pelo Grupo de Forcados Amadores da TTT.

Em declarações ao Açoriano Oriental, o presidente do Núcleo Açores da LPCC não confirmou nem desmentiu a demissão em bloco da respetiva direção, remetendo as explicações sobre o assunto para uma conferência de imprensa que se vai realizar em Angra do Heroísmo. Porém, ao que foi possível apurar, Gonçalo Forjaz terá avançado mesmo para o pedido de demissão, em sinal de protesto pela posição tomada pela direção nacional da Liga Portuguesa Contra o Cancro, que em recente comunicado assumiu ter dado instruções ao núcleo regional para cancelar a dita tourada, programada com o objetivo de angariar fundos para a criação de uma bolsa de investigação em oncologia.

Nesse comunicado, a organização nacional, liderada por Vítor Veloso, diz-se “absolutamente contra a realização de touradas ou de espetáculos semelhantes”, razão pela qual – explica – “de imediato providenciou no sentido da anulação da iniciativa programada pelo Núcleo Regional dos Açores”. A LPCC chegou ao ponto de publicamente apresentar “desculpas por tão insólita organização que só por descuido, desatenção e profunda remodelação da direção do Núcleo Regional dos Açores, terá sido anunciada”. Contra o anúncio do espetáculo tauromáquico de beneficência manifestaram-se o Movimento Cívico Abolicionista da Tauromaquia nos Açores e o Coletivo Açoriano de Ecologia Social.

A realidade, todavia, é que, apesar da desvinculação da LPCC quanto à organização da tourada, esta vai realizar-se na mesma. O comunicado em questão terá feito com que a direção do núcleo regional da Liga Portuguesa Contra o Cancro se sentisse desautorizada relativamente à organização de uma iniciativa que prometia angariar verbas, para mais tendo a consciência de que o NRA é um dos que mais contribui para a casa-mãe em Lisboa.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s