O templo dos tristes tigres

TigrePúblico

Por Clara Barata

Era um segredo mal guardado o que se passava no Templo dos Tigres. Nesta grande atracção turística da Tailândia, a cerca de 160 quilómetros da capital, Banguecoque, monges budistas vestidos com as suas fotogénicas túnicas cor-de-açafrão cobravam 17 dólares de entrada aos turistas para verem tigres interagir com as pessoas. Para tirar fotografias com as suas poderosas cabeças no colo, ou a fazer-lhes festas e alimentá-los – os animais estavam claramente drogados, queixavam-se alguns turistas –, os monges iam sempre cobrando mais por cada gracinha. O negócio renderia cerca de sete milhões de dólares anuais.

Negócio de 19 mil milhões

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s