PSD acusa Provedora dos Animais de cumprir “um triste papel de peão político”

PSDPúblico

O vereador social-democrata António Prôa acusa a Provedora Municipal dos Animais de Lisboa de ter cumprido “um triste papel de peão político” no caso da corrida entre o burro e o Ferrari que não chegou a realizar-se. Para o eleito da Câmara de Lisboa, a provedora actuou “com o objectivo de boicotar uma iniciativa partidária através da ameaça da intimidação e do incitamento à contestação”.

Ao final da tarde de quinta-feira, o PSD Lisboa anunciou que tinha cancelado a corrida, que estava agendada para a manhã desta sexta-feira. Para justificar o cancelamento da iniciativa, que durante o dia tinha sido criticada por várias entidades ligadas à defesa dos animais, o partido alegou que a Câmara de Lisboa tinha proibido a sua realização. Continuar a ler

Anúncios