Armani vai deixar de usar peles de animais nas suas coleções

chinchilaObservador

Giorgio Armani, designer de moda italiano, anunciou que vai deixar de usar peles verdadeiras nas suas próximas coleções. A decisão foi tomada na sequência da pressão feita por grupos de ativistas na defesa dos direitos dos animais ao longo dos anos.

O criador admitiu que o avanço das tecnologias faz com que o “uso de práticas cruéis para os animais seja desnecessário” e que a decisão espelha as preocupações do grupo em relação às “questões críticas de proteção do ambiente e dos animais”. As declarações foram transmitidas esta terça-feira em comunicado.

O grupo de luxo Armani inclui marcas como a Giorgio Armani, Emporio Armani, AJ Armani Jeans, Armani Prive e Armani Casa, uma linha de produtos de decoração. Todas estas marcas vão deixar de usar peles de animais já a partir da coleção outono/inverno 2016. Continuar a ler

Suíça: Ativistas tentam proibir importações de peles

vison1-638x330Swissinfo

Casacos e estofos de peles de animais continuam sendo vendidos, mas ainda falta informação aos consumidores sobre as sombrias condições dos animais usados por essa indústria. A lei suíça procura melhorar a informação, mas muitos dizem que seria necessário uma proibição pura e simples da importação.

É inverno na Suíça e os passantes nas ruas da capital Berna estão todos bem agasalhados, exceto uma mulher. Vestida só com a roupa de baixo, um cachecol e botas, ela traz uma placa dizendo: “Prefiro ficar (quase) nua do que usar peles”. A mulher tenta recolher assinaturas para uma petição para proibir a importação de produtos de pele produzidos com métodos que maltratam os animais. Continuar a ler

Co-criador dos Simpsons salva 420 chinchilas de maus-tratos

chinchilaP3

Por Mariana Correia Pinto

Sam Simon, activista dos direitos dos animais e co-criador da mediática série The Simpsons, liderou recentemente uma campanha de resgate de mais de 400 chinchilas que viviam em condições cruéis numa quinta de criação da Califórnia.

A acção foi consequência de uma investigação recente à Adams Valley View Chinchilla Ranch feita pela PETA, que mostrou num vídeo chocante (não aconselhável aos mais sensíveis) as condições perturbadoras em que os animais viviam. Continuar a ler

Ativistas pró-animais enfrentam neve e protestam nus na Alemanha

alemaes2G1

Mesmo com um dia de frio e neve em Berlim, capital da Alemanha, manifestantes de uma ONG de proteção animal tiraram a roupa e fizeram um protesto contra o uso de casacos de pele, nesta quarta-feira (16), informaram agências internacionais.

A manifestação se soma a outras realizadas contra a Fashion Week de Berlim, que começou na terça-feira (15) e vai até o dia 20. Os ativistas, dizem as agências, são contra modelos se apresentarem com casacos e roupas de pele de animais durante a semana de moda.

Os manifestantes esconderam a nudez usando uma faixa com imagens de animais enjaulados, onde se lia: “eu prefiro ficar pelado do que usar casaco de pele”.

Uso de pelo de animais: manif à porta do El Corte Inglés

TVI 24

Cerca de duas dezenas de pessoas manifestaram-se hoje em frente à porta principal do espaço comercial El Corte Inglés, em Lisboa, numa ação contra o uso de pelo de animais.

Em declarações à Lusa, a presidente da Animal explicou que a ação, que juntou 25 pessoas, se insere numa campanha que a associação leva a cabo todos os anos à porta de várias lojas, tanto em Lisboa como no Porto, que vendam artigos com pelo de animal. Continuar a ler